fbpx

Fraudes bancárias

Fraudes Bancárias

A fraude bancária é o crime que mais movimenta a internet. Acontecem há anos, sendo muito comum no Brasil, principalmente neste período de pandemia, no qual, o uso demasiado da tecnologia fez com que as práticas fraudulentas e os estelionatos aumentassem consideravelmente.

O que é fraude bancária?

Considera-se fraude bancária qualquer situação realizada por um terceiro que, de forma fraudulenta, tem a intenção de atingir o patrimônio de alguém para conseguir uma vantagem ilícita.

Essa prática pode também ser considerada crime de estelionato, no qual um indivíduo atua para conseguir, por exemplo, dados bancários ou o dinheiro da conta da vítima.

Os idosos são as principais vítimas neste tipo de crime.

Como uma fraude bancária pode acontecer?

Os casos mais comuns de fraudes bancárias são:

  • Golpe do cartão de crédito;
  • Transferência do WhatsApp;
  • Clonagem de cartão de crédito;
  • Golpe com motoboy;
  • Fraude do PIX;
  • Mensagens por SMS, entre outros.

As tentativas de fraudes bancárias em serviços digitais subiram 612% em 2021. De acordo com pesquisa realizada pela Febraban (Federação Brasileira de Bancos) 86% dos brasileiros temem ser alvo de fraude bancária.

Quando os bancos devem ressarcir as vítimas de fraudes bancárias?

Sempre que o consumidor sofrer prejuízos, os bancos devem ressarcir as vítimas de fraudes bancárias.

Inclusive, estes prejuízos podem ser:

  • Materiais, pela perda do valor em um golpe, por exemplo;
  • Morais, pelo estresse que o consumidor passa em sofrer uma fraude;
  • À honra do consumidor, quando este fica negativado pelo golpe.

Quem deve arcar com golpes relacionados ao PIX?

Ainda não há consenso sobre quem deve arcar com o prejuízo em golpes aplicados utilizando o PIX.

A Justiça brasileira já tomou decisões tanto a favor de instituições financeiras quanto de clientes que foram lesados por crimes envolvendo o PIX.

Qual é a responsabilidade das instituições financeiras nas fraudes de boletos bancários?

A emissão de boletos falsos pode fazer vítimas recorrentes, acontecendo não somente através de compras online, mas também na emissão de segundas vias em sites e envio de cobranças por correspondência.

A fraude em boleto bancário é responsabilidade do banco que teve falha em sua segurança, permitindo a adulteração.

Como se proteger de fraudes bancárias?

  • Desconfie da ajuda para utilizar o caixa eletrônico em uma agência física;
  • Não passe seus dados por telefone, por mais que a conversa pareça ser verdadeira;
  • Não clique em links enviados por SMS.

O que fazer diante de uma fraude bancária?

Os criminosos se aproveitam do uso de bancos digitais e aplicativos para aperfeiçoar e criar novos golpes para ter acesso a dados de clientes para movimentar e furtar dinheiro ilicitamente, causando prejuízos aos clientes e às instituições financeiras.

Se você for vítima de fraude bancária, a primeira coisa é fazer um boletim de ocorrência e buscar assessoria jurídica para fraude bancária.

Fale com Creuza Almeida Advogados clicando aqui.

Creuza de Almeida Costa é fundadora do Creuza Almeida Escritório de Advocacia.
Formada em Direito em 2008 pela FIR – FACULDADE INTEGRADA DO RECIFE, pós graduada em Processo Penal, Direito Penal e Ciências Criminais.
Palestrante e Professora.
Vice-Presidente da ABRACRIM/PE – Associação Brasileira de Advogados Criminalistas.
Diretora Nacional de Relações Institucionais da ABCCRIM – Academia Brasileira de Ciências Criminais.
Presidente da comissão de processo penal constitucional da ABCCRIM
Coautora do livro Mulheres da Advocacia Criminal.
Premiada Mulher Evidência 2019.
Prêmio Destaque Nordeste.

Ligue
Rota
WhatsApp Fale com a Advogada!
%d blogueiros gostam disto: