fbpx

O empregador é obrigado a conceder adiantamento salarial?

Adiantamento Salarial

O adiantamento salarial, também conhecido como “vale”, é um benefício concedido pelo empregador aos empregados que apresentam a necessidade de alguma quantia em dinheiro antes da data prevista para o pagamento mensal.

O que a legislação trabalhista estabelece sobre o adiantamento salarial?

Não há na legislação trabalhista o estabelecimento de regras quanto a concessão de adiantamentos salariais.

No entanto, de acordo com o artigo 462 da CLT (Consolidação das Leis do Trabalho) diz que:

“Ao empregador é vedado efetuar qualquer desconto nos salários do empregado, salvo quando este resultar de adiantamentos, de dispositivos de lei ou de contrato coletivo.”

Adiantamento salarial é obrigatório ou opcional?

Apesar de não ser obrigatório, a maioria das empresas concede adiantamento salarial aos seus empregados como diferencial ou por estar previsto em convenções coletivas e sindicatos.

Quem tem direito ao adiantamento salarial?

O adiantamento salarial deve estar previsto na política da empresa sendo disponibilizado a todos os empregados, sem restrição a cargos ou departamentos.

Tipos de adiantamento salarial Como funciona o adiantamento salarial nas empresas?

Existem 4 modelos de adiantamento salarial, sendo:

Vale de 40% – esta modalidade é a mais praticada nas empresas permitindo a concessão de uma parte do salário aos trabalhadores que assim quiserem e em uma data pré-estabelecida.

Vale com MENOS de 40% – não está estipulado na legislação trabalhista um percentual limite para o adiantamento salarial, o que permite ao empregado, empregador e sindicato da classe, definir a porcentagem que será aplicada.

Salário sob demanda – esta modalidade permite aos empregados a retirada de uma parcela dos pagamentos em qualquer época do mês, ou seja, ele recebe uma parte da quantia de acordo com os dias trabalhados até aquele momento.

Cartão multibenefícios – por meio deste cartão a empresa pode depositar uma determinada quantia a ser utilizada pelo colaborador como ele bem entender, embora as prioridades estejam voltadas para as despesas médicas e domésticas.

Como funciona o adiantamento salarial nas empresas?

Conforme mencionamos acima, o tipo de adiantamento salarial mais comum é o “vale de 40%.”

O adiantamento salarial de 40% do salário mensal é pago ao empregado em espécie ou por depósito bancário, o que geralmente ocorre nos dias 15 e 20 de cada mês.

Exemplo:

Um trabalhador ganha R$ 1.000 e trabalhou o mês inteiro (sem faltas). Com base no percentual de 40%, ele receberá um adiantamento de R$ 400,00.

Quantos dias de trabalho são necessários para ter direito ao adiantamento salarial?

O empregado precisa ter trabalhado durante 15 dias para ter direito ao adiantamento salarial.

Quais as vantagens de oferecer o adiantamento salarial ao empregado?

  • diferencial na hora da contratação;
  • não compromete o fluxo de caixa da empresa;
  • pode ser aplicado diretamente na folha de pagamento, de modo que não haverá nenhum encargo administrativo extra;
  • favorece a relação empregador x empregado.

 

Você também pode se interessar por:

Até quando as empresas podem reduzir salários e jornada de trabalho?

A pejotização nas relações de trabalho

O teletrabalho e o direito à desconexão

O que fazer quando o empregado se recusa a realizar o exame demissional?

 

Sua empresa precisa de assessoria empresarial trabalhista?

O escritório de advocacia Creuza Almeida é especialista em Direito do Trabalho em Recife/PE.

 

Entre em contato conosco e conte-nos e agende uma reunião.

Creuza de Almeida Costa é fundadora do Creuza Almeida Escritório de Advocacia.
Formada em Direito em 2008 pela FIR – FACULDADE INTEGRADA DO RECIFE, pós graduada em Processo Penal, Direito Penal e Ciências Criminais.
Palestrante e Professora.
Vice-Presidente da ABRACRIM/PE – Associação Brasileira de Advogados Criminalistas.
Diretora Nacional de Relações Institucionais da ABCCRIM – Academia Brasileira de Ciências Criminais.
Presidente da comissão de processo penal constitucional da ABCCRIM
Coautora do livro Mulheres da Advocacia Criminal.
Premiada Mulher Evidência 2019.
Prêmio Destaque Nordeste.

 

 

 

Ligue
Rota
WhatsApp Fale com a Advogada!
%d blogueiros gostam disto: